segunda-feira, 2 de julho de 2012

CLIII

As conchas marítimas
sussurram seus poemares
em ondas mais rítmicas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...